Mulher triste refletindo em frente ao mar

Todo mundo já sofreu com um amor não correspondido ou com um relacionamento que terminou de maneira conturbada não é mesmo?! Quando se trata de esquecer um grande amor, não há uma pessoa no mundo que não tenha alguma “dica de ouro” para superar a dor do fim do relacionamento. Isso porque de certa forma, todo mundo ou já passou por essa experiência, ou conhece alguém que já passou.

Com tantas vivências assim, percebe-se que isso é algo natural do ser humano e é justamente por isso que todo mundo se julga um pouco “especialista” no assunto, não é verdade?!

Mas, saiba que nem sempre, por mais bem intencionada que uma pessoa esteja, o conselho dela será bom para você. Então, para que você fique atento e receba conselhos profissionais e que funcionam de verdade é que esse artigo foi produzido.

Caso tenha terminado um relacionamento recentemente, é muito provável que você considere escutar inúmeras “verdades” do senso comum, como: “O tempo cura todas as coisas”, “Beber é o melhor remédio para se esquecer de alguém”, “Ele não era para você”, “Acabou porque já tinha chegado a hora” e etc.

Normalmente, estes ditados populares não dão muito certos. Isso acontece, pois, infelizmente não somos capazes de entender a fundo os princípios e ensinamentos por detrás de cada uma destas pérolas da sabedoria popular. Todavia, dezenas de livros e psicólogos da área, apontam que se algum ditado popular possui algum grau de verdade, esse ditado é o da expressão “o tempo cura todas as coisas”.

Ainda que o tempo possa curar todas as coisas, se esse mesmo tempo não for utilizado de maneira adequada, com uma inteligência emocional focada, de nada vale que o tempo passe. No máximo ele fará com que a sua juventude passe, mas sem necessariamente fazer com que você esqueça daquele amor do passado. Dessa forma, entenda que o tempo é importante sim! Mas, ele sozinho não pode te ajudar.

Ficou interessado? Neste artigo você vai aprender sobre 5 dicas da psicologia que poderão servir de ajuda para esquecer aquele seu grande amor e superar a dor o quanto antes.

Neste artigo você vai ver:

SAIBA O QUE SIGNIFICA “ESQUECER” UM GRANDE AMOR

1. APRENDA  COM O FRACASSO DOS OUTROS

2. FAÇA ATIVIDADES NOVAS:

3. DESCANSE, RELAXE, TIRE UM TEMPO PARA SI

4. ENTENDA QUE TUDO TEM SEU TEMPO:

5. CORTE O CONTATO

PORQUE NÃO CONSEGUIMOS APENAS APAGAR UM GRANDE AMOR DA NOSSA VIDA?

NÃO CONFIE NA SUA MEMÓRIA

OS ACONTECIMENTOS DO PASSADO NÃO SÃO CULPA SUA

SAIBA O QUE SIGNIFICA “ESQUECER” UM GRANDE AMOR

Segundo alguns estudiosos da área de psicologia, o luto amoroso, que é como os psicólogos chamam esse momento tão difícil, é quase tão forte como o luto proveniente da morte de um ente querido. Sim! Portanto, se você está sofrendo muito, saiba que esse é um sentimento verdadeiro, ainda que algumas pessoas te digam que “é bobagem”. Sua dor é verdadeira e merece ser respeitada. Tal dor pode ser tão intensa que algumas pessoas, após um término, relatam até mesmo a manifestação de dores físicas.

Segundo a psicologia, não existe uma fórmula mágica para se esquecer de um ex ou um grande amor. Todavia, esse ato de buscar o esquecimento pode ser mais complicado ou simples com base na sua autoestima e nos relacionamentos prévios vivenciados pelo indivíduo

Isso significa que quanto mais relações saudáveis você tiver construído ao longo da sua vida, mais fácil será superar o fim de um relacionamento e esquecer um grande amor. Dessa forma, se você não tem muitos amigos, ou não tem bom relacionamento com seus familiares, talvez seja a hora de começar a investir em ter conexões saudáveis com outras pessoas.

Mas, ainda assim, mesmo existindo inúmeros processos e mecanismos da psicologia que podem te ajudar a passar por essa fase difícil, esquecer um grande amor pode ser muito mais difícil do que parece, de tal maneira que essa tarefa é considerada por muitos como uma das experiências mais duras que uma pessoa pode enfrentar durante a vida.

Mas, não se preocupe que estamos aqui para te ajudar. Além disso, saiba que mesmo que essa seja uma tarefa bastante difícil, ainda assim ela é totalmente possível e, com toda certeza, com dedicação e força de vontade, e buscando ajuda nos lugares certo, você conseguirá vencer!

1. APRENDA  COM O FRACASSO DOS OUTROS

O sucesso alheio pode servir de inspiração para você. Segundo a Dra. Kelly McGoinigal, quando nos inspiramos no sucesso de outra pessoa, também somos motivados a seguir pelo mesmo caminho de quem nos motivou e a ter bons resultados.

Neste sentido, busque lembrar-se de algum conhecido que tenha passado por uma situação semelhante e que conseguiu superar esse momento de crise. Ou seja, alguém que foi capaz de esquecer de um grande amor, conseguiu dar a volta por cima e foi capaz de seguir em frente.

Essa pessoa pode parecer ser uma lenda viva, mas existem muitas iguais a ela e você, no futuro, também servirá como inspiração para outras pessoas que estão passando pelo mesmo problema. Conseguiu pensar em alguém?

Isso pode levar algum tempo, mas, assim que você conseguir pensar em alguém, use a história deste individuo como ponto de inspiração para a sua vida. Se possível, tente realizar os mesmos passos para alcançar a tão sonhada superação deste grande amor.

Se você não conhecer ninguém próximo, busque pessoas pela internet, pode até mesmo ser famosos, desde que você saiba peneiras as histórias verdadeiras daquelas que são conhecidas como fakenews, ou seja, que são mentirosas, então busque com atenção para que você tenha uma verdadeira inspiração. 

2. FAÇA ATIVIDADES NOVAS:

Redescubra suas atividades de lazer

Tal como a grande maioria das pessoas, você deve ter tido uma vida prévia ao relacionamento. Assim, busque resgatar aqueles seus hobbies do passado. Relembre-se das coisas antigas que te faziam bem, como ler, praticar exercícios, jogar vídeo game, dançar e etc.

Caso os velhos hobbies te faça lembrar daquele seu ex, recomendamos que você encontre novas atividades pelas quais tenha interesse. Neste caso, as possibilidades são muitas, mas o importante é que você consiga manter a sua mente ocupada com sentimentos e pensamentos positivos.

O hormônio oxitocina, apelidado de hormônio do amor, ele é liberado durante atividades que proporcionam algum tipo de prazer. Segundo a nossa proposta, a liberação deste hormônio decorrente destas atividades terá como objetivo suprir o vazio deixado pelo fim do relacionamento.

3. DESCANSE, RELAXE, TIRE UM TEMPO PARA SI

O estresse, por sua vez, pode ser um grande empecilho quando o assunto é a carência amorosa. Segundo a Dra. Kelly McGonigal, quando estamos passando por um momento de estresse é comum que busquemos por um contato físico na tentativa de solucionar os nossos problemas amorosos.

No entanto, essa fuga para o contato físico pode levar a uma carência emocional capaz de se transformar em um círculo vicioso, no qual ficamos constantemente carentes e passamos boa parte do nosso tempo em busca de algum contato físico com algum amor do passado.

Neste sentido, durante o luto amoroso, concentre-se em descansar, relaxar e cuidar da sua saúde mental.

4. TENHA FOCO:

Nem sempre querer esquecer é conseguir se esquecer

A intenção pode ser boa, mas querer ficar pensando em se esquecer do ex, apenas fará com que você continue lembrando desta pessoa. Semelhante aos exercícios físicos, você não deve precisar se esforçar para fazê-los, mas deve fazê-los como uma ação habitual.

Segundo alguns estudos, quanto mais nos esforçamos para esquecer de algo, mais somos propensos a lembrar destas coisas, por vezes, até sonhamos com elas. Na psicologia esse efeito é chamado de “urso branco”. Você pode saber mais sobre como esquecer um amor através desse efeito a partir deste artigo.

Em linhas gerais, o efeito pode ser resumido da seguinte maneira: “não pense em um urso branco”. Provavelmente você desobedeceu a ordem e mentalizou o animal. Isso acontece, pois, os pensamentos são muito difíceis de serem suprimidos. Neste sentido, tal como é natural que você pense no urso branco quando falemos para que você não pense nele, também é natural que você pense no seu ex ao tentar esquecê-lo

No princípio pode acontecer que você pense no seu ex constantemente ou até mesmo sonhe com ele, pois, faz parte do processo de esquecimento. No entanto, isso não é nenhum tipo sinal do universo mostrando que vocês são almas gêmeas e nem nada disso.

Quando essas memórias voltarem à tona, não fantasie apenas com os momentos bons que vocês viveram, busque lembrar-se dos momentos ruins que fizeram com que vocês se separassem. Reforce os pontos negativos e se for necessário converse com alguém sobre todas s coisas ruins que que levaram ao fim do seu relacionamento.

5. CORTE O CONTATO

Enquanto mantivermos os laços com o nossos ex, sempre haverá alguma chance de voltarmos a aquele velho ciclo vicio de carência e de busca por algum contato físico. Neste sentido, manter o contato com a pertença ideia de manter a amizade só atrapalhará no processo de esquecimento e superação deste relacionamento.

Sugerem alguns psicólogos que para se esquecer de um grande amor, é necessário que você corte todos e quaisquer laços que te mantinham unidos, de preferência durante os primeiros dias após o término. Nesta tarefa, contrariando o ditado popular, a distância terá primazia sobre o tempo durante o processo de esquecimento do ex.

Semelhante aos problemas de vício, trabalhe a sua inteligência emocional, experimentando e lidando com cada uma das suas emoções, enfrentando e interagindo com cada uma delas. Se você quer saber mais sobre vícios e inteligência emocional do ponto de vista psicologia veja o seguinte artigo.

Embora seja necessário enfrentar estes aspectos semelhantes a aqueles do vício, faz se necessário destacar que um depende químico em recuperação não continua a usar a droga em função de enfrentar as suas emoções. Neste seguimento, tal qual uma pessoa em recuperação, se afaste daquilo que te traz problemas, ou seja, corte os vínculos com ex e se desfaça de todo e qualquer presente ou lembrança que te faça lembrar dele.

PORQUE NÃO CONSEGUIMOS APENAS APAGAR UM GRANDE AMOR DA NOSSA VIDA?

Você ainda sente aquele frio na barriga quando vê ou pensa naquela pessoa?

Segundo Helen Fisher, antropóloga e psicóloga especialista no tema do amor, esse sentimento belo ativa em nossos cérebros as mesmas áreas que o cigarro e a cocaína. Devido as relações hormonais provenientes deste sentimento, essa pensadora concluiu que os estímulos e respostas provenientes do término do amor, são semelhantes ao processo de abstinência do vício.

Continua o Dr. David Braucher, existem ainda três outros fatores que tornam ainda mais complexa a recuperação de um rompimento amoroso, são:

  • Confusão: Enquanto mantivermos o “urso branco” em nossa mente, não seremos capazes de superá-lo e a nossa vida ficará paralisada;
  • Vergonha: Sentimos uma profunda vergonha quando o nosso orgulho é ferido quando amamos alguém e o nosso amor não é correspondido;
  • Solidão: Ainda que no começo as pessoas estejam sempre presentes, com o passar do tempo elas acabam tendo que se distanciar, pois precisam seguir com as suas vidas, todavia, os sentimentos ruins não desaparecem.

Desta forma, é muito importante que você realmente busque melhorar para superar esse momento doloroso.

NÃO CONFIE NA SUA MEMÓRIA

Com a memória seletiva, ocasionalmente colocamos nossos ex’s em pedestais e os idealizamos, como se nunca tivessem falhado em nada. Enquanto humanos, somos propensos a pensar apenas nas coisas boas e ao passar do tempo o mais provável é que reste tão somente apenas algumas poucas memórias boas “daquilo que perdemos”.

Nesse caso, esquecemos dos problemas, as brigas e todas as partes ruins que fizeram com que o relacionamento tivesse chegado ao fim.

OS ACONTECIMENTOS DO PASSADO NÃO SÃO CULPA SUA

Segundo John Alex Clark, não é o passado que nos faz ficar triste, mas a nossa incapacidade de vislumbrar um futuro melhor sempre a presença do ex. Conforme apontamos anteriormente, isso acontece devido a um problema de carência, no entanto, Clark afirma, podemos e devemos mudar a forma como olhamos para o passado para que possamos olhar com olhos diferentes para o futuro.

Certamente a pessoa que termina o relacionamento fica muito chateada e triste. Muitas delas se sentem culpadas pelo que aconteceu e podem, hora ou outra, terem uma recaída e desejarem retornar para os braços do seu ex., no entanto, seja forte e busque aplicar as dicas da psicologia para se esquecer desse amor que te causou tanto mal. Afinal, como diz o poema: “Eu quis tanto te amar, que esqueci de me amar, e quando dei conta, já não amava nem a mim e nem a ti”.

Gostou do artigo? Quer ler mais sobre esse assunto? Acompanhe nossa página e siga-nos no Facebook.