Homem cabisbaixo na praia

FIQUE ATENTO SE VOCÊ NÃO QUER VIVER UMA SEPARAÇÃO!

Se você pensa que a traição é a principal causa dos inúmeros divórcios que acontecem no mundo todo, você está muito enganado! Por mais incrível que pareça especialista norte americano publicaram no site Your Tango, que na verdade, a principal razão que leva muitos casamentos a falência é a falta de comunicação e diálogo entre o casal.

Saiba que apesar de a falta de diálogo ser o motivo número um na destruição dos relacionamentos, ainda assim existem muitas outras situações alarmantes e, por isso, você deve ficar atento para evitar todas essas circunstâncias que podem fazer com que seu relacionamento vá por água abaixo.

Não deixe para pensar sobre isso somente depois que tudo estiver perdido, pois, pode ser tarde demais. Lembre-se de quantas vezes na sua vida você parou e pensou que gostaria que fosse possível voltar no tempo para corrigir um grande erro? Que pudesse corrigir falhas que cometeu e recuperar alegrias e evitar tristezas? Provavelmente você já se sentiu assim não é mesmo?!

Pois bem, você não quer sentir isso de novo! Por isso é muito importante que você fique ligado nos riscos que algumas situações vão trazer para o seu casamento. E foi pensando justamente nisso, em te ajudar a não cair em erros, que nos fomos atrás de saber o que esses estudiosos e especialistas em relacionamentos encontraram e, com isso, separamos as 12 situações mais destruidoras de casamento, para que você fuja delas!

Esse é um daqueles artigos que você poderia imprimir e deixar colado no alcance da sua vista para que pudesse se lembrar dele todos os dias, e com isso nunca mais cometer os deslizes relatados abaixo. Isso porque esse assunto é tão importante que pode salvar a sua família, então não deixe de ler esse artigo ate o final e fique longe das 12 situações mais destruidoras de casamento!

1. O DESGASTE DA CONVIVÊNCIA

É muito comum encontrarmos muitos casamentos que são embalados pela mesmice e pela rotina. A convivência, apesar de ter seu lado bom, pois ela traz segurança e a estabilidade, também pode ser bastante destrutiva, pois apos tantos anos juntos, a vida casal do casal pode se transformar em um verdadeiro marasmo. Quando nada se planta, nada se rega, nada se cuida, nada se constrói, ou seja, quando nunca há nada de novo, o desânimo e o desinteresse se tornam inevitáveis.

Os especialistas apontaram que, por volta de 37% dos relacionamentos que chegam ao fim, são de pessoas que afirmam ter se separado em decorrência do cansaço da convivência, de uma espécie de fastio e tédio sentido após muitos anos de pura rotina. Terrível você não acha?!

O que torna esse cenário ainda mais triste é que essa situação pode ser facilmente evitada quando o casal esta atento e não deixa as coisas chegarem em um ponto que não tem como mais voltar atrás. É preciso criar circunstâncias variadas sempre, ou seja, sair da rotina e procurar novidades que agitem a vida do casal.

Se você já esta casado há muito tempo, pode estar pensando que não tem mais idade para isso, mas saiba que não importa a idade nem quanto tempo de matrimônio vocês possuem.  Ainda assim há espaço para se inovar e fazer um pouco diferente todos os dias. Alguns gestos simples já podem contornar essa situação:

  • Planeje uma pequena viagem no fim de semana;
  • Faça um almoço diferente e surpreenda seu amor;
  • Deixe bilhetes românticos na bolsa ou na carteira do seu marido ou esposa;

Compre o doce favorito do seu amor quando estiver voltando do serviço para casa e faça uma surpresa doce;

  • Faça elogios inesperados;
  • Mande mensagens carinhosas durante o dia pelo celular.

Com certeza pequenas atitudes como essas são capazes de salvar seu casamento da rotina e manter a chama do amor e da paixão acessos para sempre. Então, não deixe de colocar em prática e surpreenda seu amor.

2. O DESEQUILIBRIO NO CONTROLE DO DINHEIRO

Tão problemático quanto à falta de diálogo na vida dos casais, assim também o dinheiro pode se tornar um problema gravíssimo. Sem duvidas a dificuldade em se administrar de maneira conjunta a renda da família é uma das maiores causas de separações entre os casais. 

O dinheiro muitas vezes é um tabu, pois muitas pessoas não gostam de conversar sobre ele, mas falar sobre interesses econômicos e ter um controle financeiro é muito importante para que a família não entre em problemas.  Quando o casal consegue utilizar o dinheiro adequadamente, ele se torna uma bênção, mas, se desperdiçado, pode gerar conflitos severos no casamento.

Vivemos a era do consumismo, por este motivo a administração das finanças da casa deve ser feita de maneira controlada e responsável, para não haver perdas ou gastos excessivos. Equilibrar os hábitos de consumo de cada um pode ser bem complicado, pois, por um lado um pode ser mais econômico e conservador, enquanto o pode ser mais avarento, “precavido em excesso”, e isso pode se tornar motivo de discórdia entre os cônjuges.

Para evitar esse tipo de conflito é muito importante que o casal tenha um controle dos ganhos e das despesas, que conversem com frequência sobre as finanças e que tenham planos construídos em conjunto.

3. TRAIÇÃO

Apesar dela não ser o número um das circunstâncias que levam a separação, ainda assim a infidelidade responde por 21% das separações. Então é melhor não deixar isso acontecer não é verdade?! Além disso, mesmo que não acabe com seu casamento, ela pode trazer muita tristeza para a sua família.

Fique atento, pois, uma traição costuma começar de atitudes aparentemente inocentes no início. Ela pode começar com um simples olhar, um pensamento, uma conversa despretensiosa, e no final destruir famílias.

Esse comportamento, além de ser desrespeitoso só traz tristeza e tende a destruir famílias, então é preciso ter claro na mente que ele não resolve nenhum conflito, muito pelo contrário, apenas faz todos os problemas do casal piorarem.  Trair é tudo o que você não quer na sua vida, pois, esse ato significa iludir, enganar, ou seja, demonstra falta de caráter.

4. A FALTA DE SINTONIA NO CASAMENTO

Sabemos-nos que todas as pessoas são diferentes e carregam suas singularidades trazidas de suas histórias desiguais de vida, contudo, par que um casamento dê certo, o casal precisa estar alinhado em seus valores básicos e saber respeitar as diferenças.

5. PROBLEMAS DE COMUNICAÇÃO E FALTA DE DIÁLOGO

Você já foi num restaurante com seu amor e passou o jantar inteiro mexendo no celular?! Se sua resposta foi sim! Então é melhor ficar alerta, pois, relacionamentos saudáveis são aqueles que são constituído de bastante comunicação e diálogo tanto no que diz respeito aos assuntos importantes tanto quanto aquilo que se refere a momentos de descontração e lazer.

Isso porque quando um casal conversa bastante, em todas as situações, os sentimentos, valores e perspectivas de mundo não ficam omissos, e com isso o casal tende a se conhecer cada vez mais em profundidade e ter trocas importantes de experiências e pontos de vista.

6. FALTA DE APOIO MÚTUO

Um casamento saudável envolve apoio mutuo em todas as áreas da vida. Isso significa que vocês devem se ajudar tanto nos afazeres de casa tanto quanto nos desafios profissionais, afinal vocês são parceiros de vida e todas as decisões e ações tomadas porá cada influencia na vida da família toda.

7. EXCESSO DE NEGATIVIDADE

Se por um lado é preciso apoio mútuo, por outro é preciso ter limites, pois ainda que o casal seja constituído por dois verdadeiros parceiros de vida, ainda assim possuem suas individualidades, e, portanto, não devem tomar decisões e ações um pelo outro, mas apenas apoiar, respeitar e ajudar.

E com isso, para saber apoiar e respeitar seu parceiro é preciso que você desenvolva algumas habilidades para reconhecer ate que ponto essa troca de apoio esta sendo saudável, ou se ela já passou dos limites.

Imagine conviver com uma pessoa que reclama de tudo, o tempo todo? E por mais que se tente agradar, apoiar e ajudar, ainda assim, nunca nada está bom. Essa situação é bem difícil não é mesmo?! Portanto, para um relacionamento ter futuro, é imprescindível que o “baixo astral” do nosso cônjuge seja revertido, caso contrário a ruína é certa.

8. VIDA SEM INTIMIDADE

O apoio mútuo, o respeito aos limites da individualidade do outro e a habilidade de equilibrar essa relação vêm juntos com a intimidade construída em bases sólidas no casamento. Marido e mulher precisam estar próximos, e mais do que casal, precisam ser, antes de tudo, melhores amigos.

Devem se ajudar nos momentos de:

  • Dificuldades emocionais;
  • Dificuldades profissionais;
  • Na criação dos filhos;
  • Em afazeres simples do dia a dia.

9.  INVASÃO DA INDIVIDUALIDADE

Muitos homens e mulheres ficam fissurados em controlar excessivamente a vida de seus parceiros. Muitas vezes fazem verdadeiros inqueritos diarios:

  • Onde você está?
  • Com quem está?
  • A que horas chega?
  • Vem por onde?
  • Comeu o quê?

Não há nada de errado em perguntar sobre o dia a dia do seu amor, porém fique atento caso isso esteja ocorrendo excessivamente, pois, isso pode ser um grande sinal de insegurança.

Não se pode deixar de vista que o respeito e a confiança são estruturas de base para qualquer casamento ter sucesso.

10. FALTA DE VIDA SEXUAL ATIVA

Um relacionamento de muitos anos não pode trazer desinteresse sexual no parceiro, pois sem sombra de dúvidas, isso termina em um verdadeiro desmoronamento da relação.

Entenda que a vida sexual dos indivíduos é uma necessidade humana muito importante para a saúde mental e física, e, portanto tem que ser vivida com prazer e longevidade.

Uma das maneiras de manter acesa a chama na relação é se atentar para cuida da aparência com pequenas atitudes como:

  • Cuidar do corpo e da saúde;
  • Evitar engordar excessivamente;
  • Usar roupas limpas e bem cuidadas;
  • Tratar do cabelo, da barba;
  • Maquiar-se, perfumar-se.

Tudo isso colabora para que o desejo não se esvaia com o tempo e o casal continue desfrutando de momentos de prazer, os quais são imprescindíveis na vida.

11. VIOLÊNCIA

A violência, sem dúvidas, pode chegar ao ponto de destruir matrimônios e ela não deveria nem fazer parte da vida de nenhum casal, contudo infelizmente é muito recorrente nos lares e destroem muitas famílias.

Entenda que a violência nem sempre é física, mas também pode ser verbal ou psicológica, portanto, não deixe que palavras ditas na hora da raiva sejam toleráveis, pois, além de magoar muito, elas também são uma espécie de violência. Com o tempo isso pode acabar gerando até mesmo um abuso emocional. Além disso, pequenos gestos de agressão, quando repetidos,vão se constituindo como um hábito perigoso que pode acabar tornando em agressão física.

Um casamento pode até ter seus desentendimentos, mas jamais se pode chegar ao ponto do desrespeito e da agressividade, e quando isso acontece, é porque a relação está a um passo da ruína.

12. NÃO SONHAR JUNTO

Como pode duas pessoas estar juntas sem compartilharem dos mesmo sonhos, anseios e perspectivas? Como permanecerão juntos se o destino não é o mesmo? Os objetivos e valores mais profundos de vida precisam estar alinhados para que se consiga viver um casamento de sucesso.

MUITO BEM!

Agora você está blindado contra as 12 situações mais destruidoras de casamentos. Desse modo, você está preparado para par evitar arrependimentos futuros e não vai deixar que seu casamento chegue em um ponto onde na se há mais salvamento.

Imagine uma pessoa que sofreu um acidente altamente agressivo no trânsito! Se ela pudesse prever, voltar no tempo e não sair de casa naquele com certeza ela faria não é mesmo? Mas esse tempo não volta mais e isso é terrivelmente triste. Assim também é um casamento destruído, pois, ele deixa sequêlas e dores que não se tem mais como voltar atrás para evitar.

É claro que não dá para voltar no tempo e evitar certas situações, mas você pode fazer algo maravilhoso que é aprender com quem já errou e traçar um caminho melhor na sua vida.  Esse artigo foi feito justamente para isso, baseado em especialistas e em nossa experiência com milhares de casais, para que você viva um casamento de sucesso e repleto de felicidade.

Se você ficar atento a tudo o que leu hoje, então você terá dado passos importantes, que podem te ajudar a evitar muitas brigas, desavenças e choros e, com isso, realmente manter o seu casamento a salvo.  Então, concentre-se e dedique-se para que você não deixe essas situações destruir seu casamento.

Não se esqueça de que nada fortalece mais um casamento do que ter a presença de Deus como elo principal da união, guiando seus passos e protegendo contra as armadilhas inimigas. A falta de Jesus em nossas vidas pode sim desmanchar qualquer casamento como se este fosse feito apenas de poeira. Nosso Deus  e Jesus Cristo deve fazer parte da vida de toda família e de todo casal de sucesso.

E, a partir do momento que Deus faz parte da vida familiar, as ruínas, a traição e os problemas do casamento ficam todos muito distantes, pois onde Diz habita há amor, paz, respeito, integridade e honra.

Para que muitos casais tenham acesso a informações valiosas e tenham seus casamentos preservados, compartilheessa mensagem e ajude mais vidas, através das suas redes sociais. Seja você também um instrumento de Deus para abençoar o relacionamento de muitos casais!

Gostou do artigo? Quer ler mais sobre esse assunto? Acompanhe nossa página e siga-nos no Facebook.